Conheça a influência alemã na cultura brasileira

Os alemães tiveram várias ondas migratórias para o Brasil, e seus costumes marcaram definitivamente nossa gastronomia, moda e arquitetura. A influência não é pequena: na gastronomia, na moda, na arquitetura, nos eventos culturais. A imigração alemã trouxe ao Brasil uma rica herança cultural. Conheça aqui algumas curiosidades:

Na gastronomia: Salsicha e salada de batata? Temos! Essas suas duas iguarias da culinária alemã completamente assimiladas pelos brasileiros. Entram também nessa lista os embutidos, as carnes defumadas e algumas sobremesas como a torta folhada de maçã (chamada por alguns de strudel, e outros de apfelstrudel).

Outra coisa que você certamente não sabia: a cerveja tem influência alemã! Embora tenha sido trazida pelos portugueses, os alemães foram os responsáveis por popularizá-la.

Outro doce que é mais conhecido apenas no Sul do país é a cuca – uma espécie de bolo de frutas bastante saboroso com uma generosa cobertura de açúcar.

Na moda: Talvez a maior influência alemã na moda brasileira tenha sido na fabricação de sapatos. Os primeiros sapateiros gaúchos se estabeleceram no Sul do país e até hoje a indústria calçadista do Sul é bastante forte, com grandes marcas mantendo suas fábricas lá. O Vale dos Sinos é conhecido na região por abricar a maior concentração de empresas do setor calçadista do Sul, e foi onde os imigrantes alemães especializados na fabricação de sapatos se estabeleceram. Não é à toa que os sapatos brasileiros tem reconhecida qualidade, no mundo todo.

Nas festividades: Todo mundo já ouviu falar da Oktoberfest, a maior festa alemã fora da Alemanha. A celebração acontece todos os meses de outubro em Blumenau (há outras festas menores, espalhadas em várias cidades do Sul). A tradicional festa alemã começou a ser celebrada em 1810 na cidade de Munique, e só começou a acontecer para valer mesmo no Brasil em 1984. A partir daí, não parou mais: em 2015, foram consumidor 600 mil litros de choppe na festa brasileira.

Na arquitetura: Além das construções tradicionais do Sul do país, um tipo de construção alemã muito conhecida é a “enxaimel” – uma técnica que consiste em paredes montadas sobre estruturas de madeira, amarradas entre si em posições verticais e horizontais. Os espaços são preenchidos por tijolos ou pedras. O estilo desse padrão de construção é inconfundível, e acabou sendo disseminado pelo Sul do país, já que os primeiros alemães consideraram este o tipo ideal de construção para a região.

Mesmo hoje, o estilo é preservado. Há um grupo de carpinteiros de Blumenau especializado na construção de casas no estilo enxaimel.

Quer saber tudo sobre a cultura alemã? Então tá na hora de estudar o idioma! Conhecer o idioma de um país é a melhor maneira de imergir na sua cultura e costumes. Se você é de São Paulo venha conhecer a Wunderwelt A veja qual o curso se adequa mais às suas necessidades.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado