Dia dos Namorados

Para os estudantes de línguas estrangeiras sempre é interessante conhecer as comemorações nestes países.

Na Alemanha e no mundo todo comemora-se no dia 14 de fevereiro o dia dos namorados, o famoso “Valentine’s Day”, em alemão, “Valentinstag” (Dia de São Valentim). Porém, no Brasil, comemora-se no dia 12 de junho, o Dia dos Namorados que é celebrado aqui desde 1948, dia anterior ao dia de Santo Antonio, o famoso santo casamenteiro.

A comemoração de São Valentino data de 496 e sua tradição é que todas as formas de amor e amizade são celebradas, famílias se presenteiam, amigos se presenteiam com cartões, flores e chocolates. Um pouco diferente do que aqui no Brasil onde apenas os casais comemoram esta data.

Para conhecer um pouco da história, Santo Antônio era um frade franciscano que nasceu em Portural em 1195, porém viveu maior parte de sua vida na Itália. Segundo a lenda, que uma jovem em Nápoles estava ansiosa porque a sua família não tinha dinheiro suficiente para pagar o seu dote para casar-se e pediu com muita fé ajoelhada frente a imagem de Santo Antônio.

Santo Antônio apareceu para a jovem e lhe entregou um bilhete dizendo para procurar um comerciante e neste bilhete dizia: “entregue a esta jovem moedas de prata equivalentes ao peso deste papel”.

Apesar do comerciante não acreditar na história da jovem colocou o bilhete em uma balança e foram precisos 400 escudos para equilibrar a balança. Ao olhar o valor colocado na balança o comerciante se lembrou que havia prometido ao santo, quando alcançou uma dádiva que daria 400 escudos ao santo e nunca havia cumprido a promessa. Desta forma deu o valor a jovem, que pode se casar.

Ainda existem muitas superstições em relação ao santo e as apaixonadas chegam até a colocar o santo de ponta cabeça ou mergulhado em um copo de água, prometendo tirá-lo daquela situação somente quanto encontrarem um noivo.

Mas tudo isso só mostra que cada cultura tem seu ritual, sua forma de ver e de mostrar afeto. E não importa que seu (sua) companheiro(a) seja um brasileiro, um alemão ou de qualquer outra nacionalidade, aproveite o dia e comemore o amor. Não importa de onde você vem… amor é universal.